28/03/2010

Em tempo de aleluias

*

O longo inverno intoxicou-nos.
Toda a flor, toda a cor, qualquer nesga de céu azul,

soltam aleluias na alma.

*


A minha aleluia é amarela.








Como as mimosas dealbatas
as flores das giestas
as frésias olorosas
o brilho do sol




Ah! mas o azul das pervincas...


Photobucket




Renego o roxo da paixão !



Photobucket


textos e fotos de fernanda s.m.

5 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Também detesto o roxo...
Flores e palavras muito belas.
Gostei.
Bom resto de Domingo.
Beijos.

hfm disse...

De cor em cor se renovam as primaveras. Belo.

Eliana Mora [El] disse...

"saltam aleluias da alma" [clapclapclap!]


belíssimas fotos, a mais roxa que saltar; gostei, Fernanda.

beijo,
El

antonio disse...

"Toda a flor, toda a cor, qualquer nesga de céu azul,

soltam aleluias na alma."

... LINDO e muito sensível, Fernanda ! *

Abraço e Aleluia * * *

fernanda s.m. disse...

Nilson, Helena, El e António, ainda bem que gostaram! Obrigada e bom fim de semana de Páscoa !
Um abraço grato a todos.