31/03/2008

Primavera prometida

foto: fernanda s.m.







Espero a primavera.
Espreito-a no odor amarelo das acácias dealbata.
Vislumbro-a no chilreio dos jovens pássaros atravessando oblíquos de sol.
Persigo-a na ilusão morna de uma aragem fresca que me atravessa a alma.

A busca é, no entanto, vã; a procura já não existe.
A primavera virá.
Talvez quando o vento frio e forte se cansar.
Virá, sim, virá!
( Nunca falta ...)
Mas não quando foi esperada.

Quero a primavera prometida.



Fernanda s.m.

5 comentários:

gabriela r martins disse...

visitante que sou destes espaços ,deixei.me ser guiada por esta estrela e gostei ,particularmente ,do que vi e li
um espaço sereno ,de muito boas leituras e de agradáveis imagens
bem vinda ao ciberespaço
bem vinda à blogosfera ,Amiga


.
um beijo

hora tardia disse...

pois...já não é madrugada....tardei...

mas vim.

recolher odores de calmaria e de promessa.


bem Vinda!


assim.

* Eli - n' um dia mais * disse...

**_**

concordando em género, número (e caso) com o comentário de gabriela r martins, resta-me subscrevê-lo e deixar-lhe, Fernanda,

fraterno beijo de beiroa,

eli

fernanda s.m. disse...

Minhas Amigas, mourisca do Al Gharb e beiroa, um grande abraço pela visita e pelos incentivos. Oxalá a estrela não se apague ( ou deixe de ser vista...). Vamos ver para onde me guiará ela ...
Espero que vos atraia e conduza mais vezes.
Beijos.

fernanda s.m. disse...

“Hora tardia”, nunca é tarde para visitar a estrela, pois ela sempre estará no céu, e, como Vénus que é, ficará sempre “vaidosa”, ( porque não?) com a atenção que lhe dispensarem.
Fiz uma rápida visita à sua hora tardia que visitarei com muito mais vagar para tudo poder apreciar com prazer, pois verifiquei que se trata de um sítio ( por ser tardio e/ou boémio??? ) muito rico.
Dessa visita ficou-me presa uma frase, um aparte...: « as saudades não se matam, são como o leite das mães ...»

Um abraço e volte sempre!