04/10/2009

Korean Songs - O meu coração

*


O MEU CORAÇÃO
(poema musical que descreve um amor não correspondido)


O meu coração é um lago, meu amor,
vem remar sobre ele.
Despedaçar-me-ei contra o teu barco como uma
pedra de jade contra a tua sombra branca.


O meu coração é uma vela, meu amor;
fecha a porta, por favor.
Arderei tranquilamente até ao fim
sem que uma única lágrima trema e caia
sobre a tua saia de seda.


O meu coração é um vagabundo, meu amor;
por favor, toca flauta.
Ficarei tranquilamente toda a noite
a ouvir-te tocá-la sob a lua.


O meu coração é uma folha caída, meu amor,
permite-me que fique um pouco no teu jardim.
Quando o vento soprar, deixar-te-ei,
e serei de novo um vagabundo solitário.


"Versão livre a partir do texto em francês de: Dong-Myung Kim, musicado por Dong-Jin Kim".


*

13 comentários:

mfboiseau disse...

vi os dois filmes e para já levas o Oscar Wild! Gostei muito. Estás uma "esperta".
Bom feriado!
bj Carlos Peres Feio

Vieira Calado disse...

Não param de me surpreender,

os orientais.

Bem bonito!

cumprimentos meus.

fernanda s.m. disse...

Olha que não te reconhecia sob o "petit nom" de boiseau...Agradeço os "óscares" , não o Oscar, mas só quero o que é meu ! Este !O vídeo do filme de Bergman não é da minha autoria ! Fui encontrá-lo no youtube.
Pois quanto a "Wild" sou-o, mas a Oscar, não.
Obrigada e bom feriado.
Beijos.

fernanda s.m. disse...

É verdade, amigo Vieira Calado. E eu já estou naquela época da vida em que me sinto tocada mais por um leve farrapo que voa sozinho e vou atrás dele para o compreender e deleitar-me, deixando para trás a floresta que esconde a árvore. Assim foi com esta canção e com a voz que a interpreta.
Obrigada pela visita e palavras.
Bom feriado.

O Profeta disse...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu

Onde param os teus anseios
Onde encontras a sublime calma
Nestes dias de dura tormenta
Onde aqueces a tua alma?

Voa comigo...


Mágico beijo

Anónimo disse...

mfb...oiseau na realidade é um endereço gmail só para suporte dos meus blogs bird bird e cpf...
bj
cpfeio

catrineta disse...

Pode continuar porque está mesmo bem.
Parabéns e um grande abraço

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

Que maravilha Fernanda , que bem que me soube passar por aqui , neste dia cinzento ...
Um grande abraço , por saber parilhar tudo o que faz tão bem !
______ JRMARTO




Ps - já hoje procurei o livro que me sugeriu na livraria francesa , mas sei também que o autor está muito traduzido em português. Obrigado.

Adriana Karnal disse...

lindo! excelente escolha pra postar.bj

Anónimo disse...

Fernanda, dexei cá um comentário, mas não o encontro. Partilho do mesmo sentimento do J. Marto: que bom é fazer estas descobertas num dia cinzento!
Um abraço, Graça Magalhaes

fernanda s.m. disse...

Profeta, é sempre um momento único o da união do céu e do mar que justifica a razão do Ser Vida.
Carlos, percebi o teu "vol d'oiseau - bird-bird ".
Rosa [catrineta], obrigada pelo incentivo.Navegar (explorar) é preciso...
José Marto, obrigada por ter gostado! Oxalá goste do livro.
Adriana, a música ameniza o esperar nos dias...
Graça, agradeço muito os dois comentários: o "desaparecido" e este.
A todos, o meu abraço amigo !

dade amorim disse...

Querida Fernanda, um lindo poema contando uma linda história.
Vou parar um tempo, por conta de uma viagem e da vontade de refletir um pouco no destino dos blogs. Mas um dia ainda volto.

Beijo pra você.

fernanda s.m. disse...

Querida dade... Obrigada por ter gostado. Ainda bem que vai viajar, faz sempre bem: oxalá regresse revigorada. Quanto aos blogs, por vezes é preciso um certo afastamento e construir um casulo sobre nós para repensar. Mas... não desapareça ! Volte breve e bem.

Beijos amigos e que tudo corra bem.