21/03/2011

A Poesia da primavera [e]

*

Photobucket




O rouxinol de Bernardim
era teu ou era meu
quando veio de madrugada
tecer seu canto no muro do jardim?

(...)

No jardim de minha casa
há sempre uma rima de Bernardim
que canta aflita de madrugada,
como se houvesse uma levada
e essa fosse a do teu amor por mim !


José Ribeiro Marto - « Pastoreio »
foto de fernanda s.m.

1 comentário:

antonio disse...

Muito Belos Poemas assinalam

a Flor da Poesia no seu blog,

Fernanda ! ***

Abraço e uma Bela Primavera !*

António