13/10/2008

... nem folhas no Outono

*



não há palavras nem folhas no Outono


o mar aquiesce o sentido

onírico

o encontro espera.se

mais ousado e

carnal



gritos ........ gemidos

sussurrados

na outonal

revelia


não há palavras


os peixes trazem no ventre

desejos inscritos


a desova



gabriela rocha martins, in canto.chão

foto: fernanda s.m.



**********



5 comentários:

gabriela rocha martins disse...

as palavras são para serem usadas

e a Fernanda usou as minhas

de um modo que me surpreendeu

[ como se tal ainda fosse possível ]

obrigada ,minha Amiga


.
um beijo ( em canto.chão )

vaandando disse...

há , e são estas mesmas , aqui escritas para dizer o mais que Outono ....
abraço
____________ JRMarto

fernanda s.m. disse...

Amiga Gabriela, quem fica agradecida com palavras " emprestadas " por quem tão bem e sentidamente as usa, sou eu !

Beijos e bom fim de semana outonalmente sereno.

fernanda s.m. disse...

José Marto, grata pela visita e pelas palavras - quão importantes são elas, todas !

Vai doce e sereno, este outono, em que, cada noite, um inefável pintor deixa mais uma picelada de calor na natureza que o sol descobre todas as manhãs.

Um abraço e bom fim de semana.

Ana disse...

Tão belas as palavras, como a foto.
Parabéns.