18/12/2008

Enquanto a noite ...

*

Photobucket


Enquanto a noite arrastava a cauda negra, dei a beber à minha amada vinho sombrio como pó de almíscar.

E estreitei-a contra mim como um guerreiro estreita a espada, e semelhantes a talins as suas tranças pendiam dos meus ombros.

E, quando levemente adormeceu, afastei-a de mim.

Afastei-a do meu peito para que não adormecesse sobre uma almofada palpitante.



Ben Baqi , natural de Cordoba, m.1145
tradução:
Herberto Helder
foto: fernanda s.m.

1 comentário:

vaandando disse...

Absolutamente belo ...
Grato pela partilha ... e, aproveito para lhe desejar um bom natal e um bom ano , esse que se deseja todos os dias , Fernanda!
Abraço ________ JRMARTo