06/03/2009

ermo



*


dos olhos uma
descomunal
tristeza

espalhando se corpo
afora

escorrendo pelos
ombros roçando
os cabelos atravessando

o peito de um a
outro
extremo

feito terra devastada



texto: Adair Carvalhais Júnior - http://todopoemaeumriscolancadosobreonada.blogspot.com/ e http://ventosdesencontrados.blogspot.com/


foto: fernanda s.m.

1 comentário:

maria santos disse...

muitere