03/03/2009

... no teu nome ausente

*




creio no elemento do azul , no enleio,
no deserto
em nossas mãos sereníssimas,
diáfanas, pelas dunas de cada dia radiante.

creio na pedra do exílio, no teu nome ausente.

ah!, meu amor creio no sal que me devora os lábios.


texto e foto de:
mariagomes
fev.2009

3 comentários:

Adriana disse...

uma boca cheia de sal faz pemas doces...gostei muito!

vaandando disse...

È dela , e é sempre um prazer
lê-la pelo encantamento das suas palavras...
Obrigado a si , Fernanda... Ficou muito bonito neste azul e com este piano ...

Abraço

________ JRMarto

fernanda s.m. disse...

Adriana e José, quem agradece sou eu que tenho amigos que me visitam e amigos que são Artistas da palavra e da imagem que encantam a "estrela-da-madrugada" tornando-a mais brilhante. Abraços amigos e bom fim de semana.