22/05/2012

Logo mais

*



 A chuva anoitece o dia mais brevemente do que nossas almas desejam.
  O sol, que não encontrou a força para rasgar a cortina cinzenta da atmosfera, deixando, assim, nossos olhos mergulhados no limbo das cogitações mais íntimas, oferece-se, agora, num esplendor de cores várias, ao cair no mar onde vai, finalmente, repousar da luta diária.
  E deixa, no horizonte, um risco de azul-cobalto argênteo, lá longe, ao cair da tarde, qual promessa de regresso, logo mais, para outro duelo com a borrasca.
  Este raio, com que se despede, prende nossos olhos, tão sofregamente, que continuamos a vê-lo depois de já ter partido.
  Logo mais, amanhã, será o futuro ?

Leiria, 22 de Maio, 2012

texto e foto de fernanda s.m.

2 comentários:

peresfeio disse...

bonitas palavras e bonita imagem bj cpfeio

fernanda s. monteiro disse...

Obrigada, Carlos. Um abraço !